1 (18).jpg
Análise de guarda-roupa
 
Dentro do armário guardamos histórias, fases da nossa vida, recordações e muito da nossa intimidade. 
Nos cabides e gavetas devem ter apenas o que faz parte do seu dia-a-dia, roupas que sirvam e que podem ser vistas. Um guarda-roupa cheio de peças que você nem lembra que existem não é funcional para ninguém.
Dentro dele não há espaço para roupas furadas, desfiadas, rasgadas, com bolinhas, manchada de cândida ou tinta e suor amarelado. 
Qualquer peça que precisar de ajuste ou reparo são separadas para ajuste imediato.
Nessa análise conseguimos resolver todas essas questões de forma planejada e estratégica, pensando no seu dia-a-dia, valorizando seu tipo físico e suas necessidades.
Você aprende a desapegar (somente do que for necessário) de forma consciente!
Foto: Thays Vaz